Ex-dirigente da UNITA em tribunal, acusada de difamação e calúnia

EX-DIRIGENTE DA UNITA EM TRIBUNAL, ACUSADA DE DIFAMAÇÃO E CALÚNIA

A antiga secretária provincial da UNITA no Cuando-Cubango, Regina Chipóia, começa a ser julgada na quinta-feira no Tribunal do Menongue, capital da província, acusada de difamação e calúnia, anunciou hoje fonte partidária.


Tudo aconteceu quando em Agosto de 2006 aquela dirigente da UNITA se deslocou à comuna de Savati, no município de Cuangar, onde alegadamente constatou irregularidades na atribuição dos bilhetes de identidade.

Chipoia denunciou que estes documentos estavam a ser processados através de "critérios injustos", com os militantes e simpatizantes do partido no poder, MPLA, a ser "beneficiados" e os da UNITA "preteridos".

O então delegado provincial da Justiça na província do Cuando-Cubango moveu na altura um processo-crime contra a ex-secretária da UNITA que terá como advogado neste processo, Casimiro Calei.

Contactado pela Agência Lusa, o vice-presidente da UNITA, Ernesto Mulato, considerou o acto um "julgamento político", acrescentando que a questão já tinha sido debatida numa reunião da Comissão Bilateral de Concertação entre o Governo e a UNITA, órgão que acompanha a aplicação dos acordos de paz em Angola.

"Se a população diz alguma coisa que nos inquieta compete-nos analisar, e foi o que a ex-secretária fez, pelo que esse dossier já estava arquivado", disse.

"Mas no âmbito da estratégia do MPLA de procurar denegrir a UNITA, foi novamente activado", salientou Ernesto Mulato.

Segundo o vice-presidente da UNITA, os governantes e deputados do MPLA, mesmo constatando "algo de errado", nada dizem e agora, por Regina Chipoia ter denunciado tal situação, querem julgá-la em tribunal.

A UNITA enviará uma delegação de "alto nível" para acompanhar o julgamento, escusando-se Mulato a adiantar quem a chefiará.

A província do Cuando-Cubango é actualmente governada pela UNITA e alguns dos seus municípios, como Mavinga e Cuito Cuanavale, foram importantes bases de apoio do partido durante a guerra civil.

Voltar

Aucune note. Soyez le premier à attribuer une note !

Ajouter un commentaire

Vous utilisez un logiciel de type AdBlock, qui bloque le service de captchas publicitaires utilisé sur ce site. Pour pouvoir envoyer votre message, désactivez Adblock.

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site

×