Comissão Europeia envia missão

Comissão Europeia envia missão de observadores para o país

Afficher l image en taille réelleA Comissão Europeia enviou para Angola uma missão de observadores que acompanhará as eleições legislativas do próximo dia 05 de Setembro e envolve 90 observadores, foi hoje anunciado em Bruxelas.

Os primeiros elementos da missão, chefiada pela eurodeputada Luisa Morgantini, chegaram ao país na passada terça-feira.

A chefe da missão e sete especialistas estão já no terreno, juntando-se-lhes no próximo dia 08 outros 44 observadores de longo prazo, encarregues de acompanhar o período de campanha eleitoral.

Uma outra equipa de 40 observadores, que inclui peritos da Suíça e da Noruega, será enviada para acompanhar o período eleitoral.

A missão ficará em Angola várias semanas após as legislativas, observando o período pós-eleitoral.

O orçamento desta missão ascende a 2,8 milhões de euros.

"Estas são as primeiras eleições em Angola desde há 16 anos", lembrou hoje a comissária europeia para as Relações Externas, Benita Ferrero-Waldner.

"As eleições de 1992 foram seguidas por uma nova guerra civil", sublinhou ainda, acrescentando que "desde então, a situação política melhorou", considerando este escrutínio como "crucial para o reforço da democracia angolana".

Por seu lado, o comissário para o Desenvolvimento, Louis Michel, adiantou que Bruxelas "está ao lado de Angola, que é um parceiro-chave nas região".

Aucune note. Soyez le premier à attribuer une note !

Commentaires (1)

1. salakiaku Fuyeto (site web) 05/08/2008

Vamos ver como as eleçaos vao passar para a segunda vez na historia de nosso pais,lembramos nos no ano 1992 a atrocidade encontrando dentro as citadaos, até agora guardamos-nos uma grande tristeza.

Ajouter un commentaire

Vous utilisez un logiciel de type AdBlock, qui bloque le service de captchas publicitaires utilisé sur ce site. Pour pouvoir envoyer votre message, désactivez Adblock.

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site