SAMAKUVA ESTRONDA MPLA E SEUS PORTA VOZES

SAMAKUVA ESTRONDA MPLA E SEUS PORTA VOZES
USA – Que a verdade seja dita: Se até a semana passada a UNITA desconhecia o ponto fraco (vulnerabilidade) do MPLA, hoje a realidade é completamente diferente. Quer o MPLA como os seus limitados -ideólogos em propaganda- jornalistas, sentem-se arrepiados quando a imprensa internacional é informada detalhadamente sobre os reais problemas que afligem Angola. Os manuscritos –propaganda- vinculados na Angop, JA e outros órgãos ao serviço do MPLA, horas após a realização da conferência de imprensa entre Samakuva e jornalistas portugueses não foi por mérito acaso, ou por estes sentirem-se excluídos na referida contenda (perguntas e resposta) aberta sobre Angola. O real problema é que “eles” acreditam que este tipo de exposições radiográficas sobre Angola, periga os seus interesses no mundo português. Agora que a UNITA esta convicta das vulnerabilidades de JES e dos seus pasquins, deveria encetar esforços no sentido de realizar mais actos do género. Afinal, falar que em Angola existe corrupção ou que o sistema judicial não funciona a UNITA não esta a fabricar factos. É a realidade angolana. É uma perca de tempo enumerar as repetidas atrocidades cometidas (corrupção, trafico de influencias…) por JES e sua clã em Angola. É chegado o momento da UNITA, fazer uso desta arma. Expandir os males de Angola para o mundo. Fome, violação dos direitos humanos, pilhagem sistemática dos bens do povo, e abuso do poder, são aspectos que em países como EUA, Canadá, Franca, Alemanha, Inglaterra, Suíça, Bélgica, Austrália (…) toca com a sensibilidade dos políticos e da população em geral. Eles acreditam que num mundo contemporâneo todo ser humano deve ser respeitado e ter uma vida digna. Se estes países forem informados minuciosamente sobre as principais razões que levam o povo a ter uma vida tão miserável independentemente dos recursos naturais que Angola tem, eles terão solidariedade com as massas e não com os governantes no poder. Assim sendo, é um imperativo informar com verdade no mundo “fora”, que 98% da população vive na penúria. As receitas do estado são canalizadas para fins pessoais dos governantes. Patentear bem alto também que em Angola não existe democracia e que ser do MPLA significa ter a chave para o sucesso individual. JES esta no poder desde 1979. Independentemente, das turbulências que o país viveu, ele é um dos presidentes no mundo que mais tempo (des) governa um país. Esta citação é outra vertente que a UNITA deveria fazer uso para desacreditar e convencer o mundo que num estado democrático ninguém “debocha” por tanto tempo no poder. Os políticos europeus e americanos sabem efectivamente a realidade contextual dos maus vícios que têm os lideres africanos que definem liderança um acto vitalício. E para fechar: O MPLA esta estrondeado pelos crimes cometidos. Vamos divulgar a realidade simplesmente para o bem do povo. Porque não falar da nossa realidade? Porque esconder que passamos fome? * PGarcia

Aucune note. Soyez le premier à attribuer une note !

Commentaires (1)

1. Pipoka 04/05/2008

O meu nome nao e Pipoca,mas e o medo do MPLA, para nao mematar.
Se nao esto e verdade Kota SAMAK.

Ajouter un commentaire

Vous utilisez un logiciel de type AdBlock, qui bloque le service de captchas publicitaires utilisé sur ce site. Pour pouvoir envoyer votre message, désactivez Adblock.

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site