UNITA FORMALIZA CANDIDATURA

Unita formaliza candidatura às eleições legislativas

Luanda, 07/07 - A Unita entregou hoje (segunda-feira) ao Tribunal Constitucional mais de 15 mil assinaturas e o restante processo que a habilita a concorrer nas legislativas de Setembro.


Durante o período da manhã de hoje, e poucos minutos depois da delegação da Unita, fez também a formalização da sua candidatura o Movimento Patriótico Renovador de Salvação Nacional (MPR/SN) - colocado em 72º lugar na lista de partidos legalizados, publicada em Dezembro de 2007 pelo Tribunal Supremo, nas vestes de Tribunal Constitucional.

Eram 11:45 quando a delegação do maior partido na oposição, integrada pelo secretário-geral, Abílio Camalata Numa, vice-presidente, Ernesto Mulato, secretário para a informação e marketing, Adalberto da Costa Júnior, e o secretário para as relações exteriores, Domingos Jardo Muekália, deu entrada no Tribunal, munida de sete pastas contendo o processo.

Após o célere procedimento burocrático de entrega, Adalberto da Costa Júnior disse à imprensa que a Unita cumpre, assim, com os dois actos exigidos pela Lei Eleitoral, designadamente a apresentação das assinaturas e das listas dos candidatos a deputados à futura Assembleia Nacional.

De acordo com o responsável, em relação ao primeiro requisito, o seu partido conseguiu reunir 17 mil e 200 assinaturas, um pouco acima do número mínimo exigido por Lei - 15 mil.

Quanto aos candidatos, do processo entregue constam 130 concorrentes efectivos e 45 suplentes para o círculo nacional e 90 outros efectivos e igual número de suplentes para os círculos provinciais.

Para o mandatário nacional da Unita, Jardo Muekália, que tratou do processo burocrático de entrega, com este acto o seu partido está em condições de disputar o pleito de cinco de Setembro.

"Estamos a dar passos cada vez mais concretos no processo de normalização democrática", disse, manifestando a sua satisfação pelo bom andamento do processo até esta altura.

Após a entrega, a delegação reuniu-se com o Juiz Presidente do Tribunal Constitucional, Rui Ferreira, de quem recebeu esclarecimentos sobre o procedimento seguinte ao acto de formalização efectuado hoje.

O prazo para a formalização das candidaturas dos partidos políticos às eleições de Setembro termina hoje, 7 de Julho.

Desde o início da entrega das candidaturas, a 26 de Junho último, formalizaram os partidos MPLA, PDP-ANA, PDA, PRS, PSA, PADEPA, e as coligações UTPA, PPE e CPO.

Para hoje aguarda-se que o PLD, a FNLA, PAJOCA, entre outras formações políticos, procedam a entrega dos seus processos, incluindo as 15 mil assinaturas, cada um, habilitando-se, deste modo, a concorrerem nesta que será a segunda eleição legislativa de Angola, desde 1992.

Aucune note. Soyez le premier à attribuer une note !

Ajouter un commentaire

Vous utilisez un logiciel de type AdBlock, qui bloque le service de captchas publicitaires utilisé sur ce site. Pour pouvoir envoyer votre message, désactivez Adblock.

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site

×