ERRO HUMANO NA BASE DO DESASTRE AÉREO DE MBANZA-KONGO

ERRO HUMANO NA BASE DO DESASTRE AÉREO DE MBANZA-KONGO

 
Luanda - O acidente aéro ,que matou seis passageiros da Taag em Mbanza-Kongo a 28 de Junho passado, se deveu a um «erro humano».A versão é do ministro dos transportes, André Luís Brandão, sustentada perante os parlamentares, que o interpelaram sobre o assunto.


«Os dados em nossa posse determinam que a causa principal do acidente foi erro humano. Portanto, não tem nada a haver com o aeródromo, nem tão pouco com as condições climatéricas», referiu o governante.

Acrescentou, todavia, que se trata de uma conclusão transitória, baseada num inquérito intermédio, que inclui já as análises das caixas negras efectuadas nos Estados Unidos da América.

Brandão indicou que a derradeira conclusão aguarda pelo interrogatório dos membros da tripulação ainda em tratamento no Brasil.

«Apenas só falta a conclusão do inquérito para se tomar as medidas que a própria Organização da Aviação Civil recomenda para este estes casos», completou.

Voos na União Europeia

O ministro foi convocado sob iniciativa da bancada parlamentar da UNITA, que queria também explicações sobre a medida de suspensão dos voos da Taag no espaço da União Europeia.

Neste assunto, o ministro reiterou as suas críticas sobre a fundamentação daquela medida, achando-a eivada de «subjectivismo» por não se ter detectado falhas técnicas.

«Devemos informar: não foi detectada nenhuma inconformidade técnica ligada às aeronaves, ou ligada a habilidade operacional da sua tripulação. As inconformidades foram inconformidades operacionais, que têm a haver com as acções da empresa, acções administrativa ligadas aos manuais da frota da companhia aérea, Taag», alegou o ministro.

Garantiu, porém, o empenho da companhia em trabalhar no sentido de se conformar às exigências do Comité de Segurança Aérea da União Europeia no prazo dos três meses estipulados.

A audição do ministro foi seguida das opiniões dos eleitos que se prolongavam até à altura da elaboração do presente artigo, pelo que prometemos voltar à carga proximamente.

Fonte: Apostolado

Aucune note. Soyez le premier à attribuer une note !

Ajouter un commentaire

Vous utilisez un logiciel de type AdBlock, qui bloque le service de captchas publicitaires utilisé sur ce site. Pour pouvoir envoyer votre message, désactivez Adblock.

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site