MIRALDINA OLGA JAMBA REELEITA PRESIDENTE DA LIMA

MIRALDINA OLGA JAMBA REELEITA PRESIDENTE DA LIMA 
      LIMA,  QUER MAIOR ATENÇÃO AO GENERO

 

A Liga da Mulher Angolana (Lima) apelou sábado, no município de Viana, em Luanda, às estruturas do partido UNITA e ao Governo angolano a prestarem maior atenção aos problemas que afectam as mulheres.


A Liga da Mulher Angolana (Lima) apelou sábado, no município de Viana, em Luanda, às estruturas do partido UNITA e ao Governo angolano a prestarem maior atenção aos problemas que afectam as mulheres.

Esta é uma das recomendações saídas do I Congresso Ordinário da LIMA (estrutura feminina da UNITA), iniciado dia 11 e encerrado sábado.

As congressistas recomendaram igualmente a criação de estruturas no sector da desmobilização para programas específicos relativo às mulheres e que sejam também dirigidos por elas.

Outra resolução saída do encontro tem a ver com a consciencialização das mulheres para a necessidade de uma formação integral, condição indispensável visando a sua inserção no mercado de trabalho e participação na vida política e pública.

Contudo, defenderam a necessidade de se desenvolver uma intensa campanha de mobilização e consciencialização da mulher angolana para a sua participação consciente nas próximas eleições.

No I Congresso Ordinário da LIMA, que decorreu de 11 a 13 deste mês, sob o lema "Mulher Angolanas Unidas Rumo às Eleições Para Mudança em Angola", foi reeleita como presidente da referida organização feminina, Miraldina Olga Jamba.

Na ocasião, a presidente reeleita disse que o congresso foi mais um exercício democrático, não tendo vencedores nem vencidos, mas ganhou a Lima, por sair do evento mais reforçada e coesa.

Participaram do evento 350 delegadas, provenientes das 18 províncias do país e das comunidades de Angola no exterior, com destaque para EUA, França, África do Sul, Namíbia, RD Congo, Portugal e Bélgica.

Voltar

1 vote. Moyenne 2.00 sur 5.

Ajouter un commentaire

Vous utilisez un logiciel de type AdBlock, qui bloque le service de captchas publicitaires utilisé sur ce site. Pour pouvoir envoyer votre message, désactivez Adblock.

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site