OGE DOS EUA VAI ENCOSTAR GOVERNO ANGOLANO À PAREDE

OGE DOS EUA VAI ENCOSTAR GOVERNO ANGOLANO À PAREDE



LUANDA MOVIMENTA O COMPLEXO LOBBY DO PETRÓLEO COLOCANDO A CONCURSO DEZ NOVOS BLOCOS DE EXTRACÇÃO DO OURO NEGRO

No âmbito dos esforcos de combate contra as cleptocracia e corrupção internacionais o Congresso dos EUA inlcuiu no capitulo do OGE/2008, destinado ao Departamento de Estado e Operaçõeses Internacionais, uma Secção na qual exige que o Departamento de Estado providencie às Comissoes relevantes do Congresso uma lista com os nomes de membros - e familiares próximos - dos governos de Angola, Burma, Cambodja, Guiné Equatorial, RDC e Republica do Congo, envolvidos em actos de corrupção relacionada com a extracção dos recursos naturais dos seus respectivos países.


Os indivíduos constantes da lista, serão interditados de viajarem para os EUA, possuírem ou transferirem propriedade de/e para os EUA, estando os cidadãos Americanos proíbidos de prestarem auxílio aos referidos individuos.

O Projecto de Lei foi aprovado pelo Senado com 81 votos a favor e 12 contra. A versão da Cãmara de Representantes foi aprovada com 241 votos a favor e 178 contra.

O Projecto estará agora sujeito à chamada Conferência, que é um processo em que peritos das duas cãmaras procuram reconciliar as duas versões, antes do Projecto ser submetido ao Presidente para assinatura final.

Os governos visados estão, como era de esperar, a movimentar os seus lobbies procurando convencer os conferencistas a abondonar esta Secção do Projecto de Lei.

Este foi um dos assuntos que a Embaixadora americana Diakite, discutiu com o governo angolano na sua mais recente deslocação a este País.

A resposta do governo angolano, movimentando-se no complexo lobby do petróleo foi colocar a concurso dez novos blocos de extracção do ouro negro. Este gesto irá obrigar os lobbies americanos ligados ao petróleo a um redobrado esforço para que a dita secção da lei não seja publicada.

Por outro lado os prémios pagos pela concessão de cada bloco (e que habitualmente rondam o bilião de dólares americanos), e que não são declarados nas contas do estado angolano, servirão para o governo angolano engordar mais umas contas e, quem sabe comprar as consciências na fraude eleitoral que se aproxima.
Voltar

Aucune note. Soyez le premier à attribuer une note !

Ajouter un commentaire

Vous utilisez un logiciel de type AdBlock, qui bloque le service de captchas publicitaires utilisé sur ce site. Pour pouvoir envoyer votre message, désactivez Adblock.

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site