POBREZA CONSTITUI A MAIOR VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS

POBREZA CONSTITUI A MAIOR VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS
 

O coordenador da Agência da ONU para os direitos Humanos em Angola, Vegard Bye, defendeu hoje em Luanda, que a pobreza constitui a violação mais flagrante desses direitos no mundo e os governos devem concentrar esforços na sua erradicação.


Segundo o coordenador que falava durante o encontro entre as agências da Onu e jornalistas angolanos dos órgãos públicos e privados, sem a satisfação das suas necessidades básicas o homem não tem condições para exercer os seus direitos políticos e civis e contribuir para o desenvolvimento de qualquer país.

Neste contexto, afirmou que é resposnsabilidade dos governos lutar para a satisfação dos direitos económicos e sociais do cidadão.

De acordo com Vegard Bye, Angola a semelhança de outros país tem a missão de utilizar e transformar os recursos disponíveis em benefício da população, garantindo desse modo a sua auto-sustentabilidade.

Para a representante do Unicef, Ângela Kearney é a educação que assume um papel importante nesta luta, pois a melhoria do acesso ao ensino vai impulsionar o desenvolvimento de outros sectores, principalmente a saúde.

«O governo, as Nações Unidas e a sociedade civil assumiram o compromisso de melhorar a qualidade de vida, em particular das crianças, mas é preciso transformá-los em realidade, através da redução dos índices de mortalidade materno-infantil, de crianças fora do sistema de ensino e maior acesso à agua potável», salientou.

 

O evento alusivo a semana Mundial de Erradicação da Pobreza, cuja data celebra-se a 17 de Outubro, contou com a presença da representante do Pnud, Gita Welch, do Fundo da ONU para a Agriculatura e Alimentação (Fao), Anatolio Mba, da Onusida, Sall Tamsir e outros convidados.

Estima-se que três biliões de pessoas no mundo vivam na pobreza com menos de dois dólares dia. No país a estatística indica que 68 porcento da população é pobre dos quais 38 porcento em pobreza absoluta.

Voltar

Aucune note. Soyez le premier à attribuer une note !

Ajouter un commentaire

Vous utilisez un logiciel de type AdBlock, qui bloque le service de captchas publicitaires utilisé sur ce site. Pour pouvoir envoyer votre message, désactivez Adblock.

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site

×