GALO NEGRO» QUER VOAR ALTO EM LUANDA

< QUER VOAR ALTO EM LUANDA

Em Setembro, a UNITA poderá não apresentar «calças novas», porque essas há muito que andam rotas e grávidas de remendos, mas, de certeza absoluta, continuará apostar no «angolano sempre», como, aliás, fez questão de enfatizar o presidente do partido, Isaías Samakuva (na foto), no final da recente reunião do comité provincial de Luanda da sua formação política. (A capital)

Em Setembro, a UNITA poderá não apresentar «calças novas», porque essas há muito que andam rotas e grávidas de remendos, mas, de certeza absoluta, continuará apostar no «angolano sempre», como, aliás, fez questão de enfatizar o presidente do partido, Isaías Samakuva (na foto), no final da recente reunião do comité provincial de Luanda da sua formação política.

O líder do «Galo Negro» solicitou maior empenho dos seus militantes na pregação do «envanhelho» eleitoral, de forma a convocar o maior número de público votante para as eleições e evitar as abstenções.

Samakuva sabe que não será «pêra doce» disputar Luanda conhecendo como conhece a abrangência do MPLA na capital angolana, que é tão-somente uma espécie de seu bastião.

Num discurso conciliador, o sucessor de Jonas Savimbi entende que as eleições devem decorrer de forma pacifica, sem os mesmos constrangimentos de 92, deste que as «provocações» e as «manobras» de quem têm sido alvo os seus militantes seja encarado com inteligência, sem qualquer tentativa de resposta.

Mostrou-se bastante critico com o que considerou de a «algumas manobras» que se registam em Luanda.

“Queremos, de facto, transformar este país para que seja um país que os angolanos merecem”, disse Samakuva

A Capital


Voltar

Aucune note. Soyez le premier à attribuer une note !

Ajouter un commentaire

Vous utilisez un logiciel de type AdBlock, qui bloque le service de captchas publicitaires utilisé sur ce site. Pour pouvoir envoyer votre message, désactivez Adblock.

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site

×