MERCADOS PARALELOS PRINCIPAIS FONTES DE CONTÁGIO ALIMENTAR

 
MERCADOS PARALELOS PRINCIPAIS FONTES DE CONTÁGIO ALIMENTAR
ImageO estado de saúde da população angolana continua a suscitar preocupação já que o quadro epidemiológico expressa indicadores com níveis que atestam uma contínua debilidade.

São vários os factores que concorrem para este estado de coisas, entre eles a indisponibilidade de infra-estruturas, equipamentos e recursos humanos, os níveis de saneamento do ambiente, a disponibilidade de água potável e a quantidade e qualidade de alimentos.

Em Luanda, e um pouco por todo o país, os mercados onde a maioria da população adquire os principais bens alimentares encontram-se em locais impróprios, junto ou por cima de grandes lixeiras, o que constitui um atentado à saúde pública.

O Director provincial de Luanda de Saúde Pública, Dr. Vita Vemba, falou do esforço que o governo provincial está a fazer para criar melhores condições, quer de venda como de higiene.

«Neste momento o esforço está a ser feito pelo governo da província de Luanda no sentido de melhorar os principais mercados criando condições de venda, de higiene, mas ao nível dos bairros ainda persistem pessoas a vender em condições de insalubridade; isso realmente constitui um grande atentado a saúde pública.
As pessoas muitas vezes expõe os produtos no chão utilizando um pano e esses produtos são perecíveis, como o tomate, legumes e outros.»

O Dr. Vita Vemba disse ainda que é tarefa da polícia impedir que as pessoas vendam em mercados ilegais, já que os produtos perecíveis não devem ser vendidos nesses locais.

«É tarefa da polícia banir as pessoas. Nós trabalhamos com o mercado legalizado para ver o certificado de higiene das pessoas vendedoras.Quem vende no mercado, mesmo que tenha boas condições de higiene, não pode ser uma pessoa com uma doença contagiosa, por exemplo, porque facilmente poderá transmitir a doença. Condenamos também todas as vendas nos mercados legais de todo o tipo de produtos que devem ser conservados frescos».

O deficiente saneamento do meio ambiente continua a dificultar e a impossibilitar o controlo de várias doenças como a poliomielite, malária, doenças diarreicas agudas, cólera, sarna, tuberculose, tripanossomíases e doenças respiratórias agudas.

Aucune note. Soyez le premier à attribuer une note !

Ajouter un commentaire

Vous utilisez un logiciel de type AdBlock, qui bloque le service de captchas publicitaires utilisé sur ce site. Pour pouvoir envoyer votre message, désactivez Adblock.

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site