Eduardo dos Santos enaltece papel cubano na estabilidade de Angola

Eduardo dos Santos enaltece papel cubano na estabilidade de Angola 
 

O Presidente angolano enalteceu hoje, em Havana, a contribuição de Cuba na defesa da integridade e estabilidade de Angola, na libertação completa do continente africano e na constituição de um mundo de paz, progresso, solidariedade e justiça.


José Eduardo dos Santos, segundo a agência noticiosa Angop, falava num encontro com veteranos de guerra cubanos que participaram, ao lado de angolanos, nas guerras contra a "invasão estrangeira" de Angola e contribuíram para a estabilidade da região Austral.

"Em Angola estivemos presentes ombro a ombro, na luta contra o colonialismo português até à grande conquista da paz e da estabilidade da África Austral. Foram os combatentes cubanos que, ao lado de angolanos, namibianos e sul-africanos ajudaram a alterar o panorama político na África Austral", sublinhou.

"Agradeço ao comandante Fidel Castro, presidente de Cuba, que, nos momentos mais difíceis da história da humanidade, do tempo da guerra fria, e numa altura em que a situação em Angola parecia desesperada, respondeu ao apelo de Agostinho Neto, o primeiro presidente de Angola, para socorrer o povo angolano", disse.

Eduardo dos Santos adiantou que hoje Angola, Namíbia, Zimbabué e África do Sul são países que constroem novas realidades, adaptadas à realidade actual, "continuando a mesma luta, os mesmos objectivos, tendo sempre como o centro das atenções a independência dos povos, e de cada um, a luta pelo bem-estar e a felicidade dos homens".

"A vitória é dos povos de Angola e de Cuba para que mostrássemos ao mundo que podemos resistir, realizar os nossos sonhos, mostrar uma alternativa àqueles que oprimem e exploram, um mundo melhor, de paz, progresso, solidariedade e de justiça", disse, ouvido com atenção por uma plateia dominada por indivíduos com mais de 65 anos.

Depois do encontro, Eduardo dos Santos, que chegou quinta-feira a Havana para uma visita oficial de três dias, vai cumprir o resto da agenda, marcada pela assinatura dos acordos de cooperação entre os dois países.

Trata-se sobretudo da assinatura de um Protocolo de Cooperação complementar ao Convénio sobre a Colaboração entre os dois governos assinado em 1976 por Fidel Castro e Agostinho Neto.

Cuba e Angola mantiveram nos últimos 30 anos uma relação marcada especialmente pela colaboração militar que foi prestada durante a guerra à nação africana.

Mais de 300.000 soldados cubanos participaram na guerra de Angola a partir de 1975, quando o então Presidente Agostinho Neto pediu apoio militar ao governo de Cuba. Depois de um acordo subscrito em 1988, os soldados cubanos retiraram-se definitivamente em 1991.

Ainda hoje, Eduardo dos Santos terá um encontro de trabalho com Raul Castro, o presidente interino desde que o líder cubano, Fidel Castro, ainda a recuperar de uma grave doença intestinal, lhe delegou os cargos, a 31 de Julho de 2006.

Quinta-feira, em declarações à imprensa, pouco depois da sua chegada no Aeroporto Internacional José Marti, o Presidente angolano defendeu a revisão da cooperação com Cuba para o bem dos dois povos, adequando-a às mudanças registadas nos últimos 20 anos.

No mesmo dia, Eduardo dos Santos homenageou o herói nacional de Cuba, José Marti, ao depositar uma coroa de flores e visitar o monumento erguido em sua memória, visitando, depois, a Escola de Formação Militar "Camilo Cienfuegos", frequentada por dois órfãos angolanos, onde se inteirou do seu funcionamento.

O presidente angolano, que completa sexta-feira 28 anos no poder, viajou na companhia de uma vasta delegação, que inclui o ministro dos Negócios Estrangeiros, João Bernardo de Miranda, e os titulares das pastas da Educação, Saúde, Água e Energia e Obras Públicas

Aucune note. Soyez le premier à attribuer une note !

Ajouter un commentaire

Vous utilisez un logiciel de type AdBlock, qui bloque le service de captchas publicitaires utilisé sur ce site. Pour pouvoir envoyer votre message, désactivez Adblock.

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site