Eleições e desarmamento da população civil dominam conversa entre Isaías Samakuva e velhos de 3ª idade em Viana

Eleições e desarmamento da população civil dominam conversa entre Isaías Samakuva e velhos de 3ª idade em Viana

O Presidente da UNITA, Isaías Samakuva esteve reunido nesta quarta feira 9 de Janeiro de 2008, com os velhos de 3ª idade, para uma conversa em torno de questões que dominam a actualidade, mormente as eleições legislativas em Setembro do ano em curso e o desarmamento da população civil.

De acordo com o líder do maior partido da oposição, “as eleições legislativas são fundamentais para a transformação da situação que os angolanos vivem hoje e que o ano de 2008 coloca aos angolanos um desafio crucial de mudar as suas vidas”. “O ano que agora começou vai ser crucial para as nossas vidas, em que os angolanos depois de uma longa caminhada vão realizar o desejo de escolher os seus legítimos dirigentes”, explicou a dão passo da sua intervenção, tendo acrescentado que “as eleições legislativas podem trazer a mudança cujo sentimento está enraizado em todos os sectores da nossa sociedade”. Segundo afirmou a mudança pode ocorrer se no dia eleições os angolanos souberem escolher aqueles que na realidade defendem as suas aspirações e se predispõem materializa-las. O mais alto mandatário da UNITA disse esperar que nada mais contrarie as indicações existentes quanto a realização das mesmas eleições legislativas.

Ainda sobre a realização das eleições o presidente Isaías Samakuva falou da necessidade de serem criadas as condições materiais, psicológicas e políticas para que as mesmas tenham lugar “num ambiente de paz e tranquilidade, tendo apelado aos velhos de 3ª idade, enquanto chefes de família, líderes de opinião e com influência em vários sectores da sociedade e detentores de sabedoria no sentido de se empenharem na criação de um clima salutar”.

O presidente referiu-se a situações de pessoas que se queixam de estarem a ser perseguidas e ameaçadas. Recordou que essas situações não deviam ocorrer nos dias de hoje em que o país se diz democrático e de direito. Chamou a atenção para a necessidade de um trabalho de sensibilização no seio das comunidades, para que as pessoas sejam livres de fazerem as suas opções religiosas ou políticas e de manifestarem as suas ideias.

Quanto à matéria do desarmamento da população civil o presidente da UNITA disse esperar que a manifestada vontade das Forças Armadas Angolanas e da Polícia Nacional de participar no desarmamento da população civil passe de simples pronunciamentos para acções concretas. Mas ao líder da UNITA não preocupa apenas as armas que estão em mãos de civis, manifestou igualmente o desejo de ser levado a cabo o desarmamento das mentes dos cidadãos, tendo para tal enaltecido o papel insubstituível da igreja na vertente moral.

O encontro com os velhos de 3ª idade circunscreve-se no conjunto de contactos do líder da UNITA com os diferentes sectores da sociedade, estando agendado para quinta-feira um outro certame com os quadros dos diferentes segmentos do secretariado geral do Partido.

Voltar

Aucune note. Soyez le premier à attribuer une note !

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site