SAMAKUVA ABRE X CONGRESSO DA UNITA

 

SAMAKUVA ABRE X CONGRESSO DA UNITA

 

Luanda - Numa sala em que sobressaíam as cores verde e vermelha, que simbolizam a bandeira da UNITA, Isaías Samakuva procedeu hoje a abertura do X congresso do seu partido.

O complexo turístico da UNITA, em Viana, o mesmo local onde há quatro anos Isaías Samakuva foi eleito presidente do partido, foi pequeno para albergar o número delegados e convidados a este congresso.
Com voz embargada de emoção, o presidente cessante da UNITA fez um longo discurso em que destacou as principais tarefas realizadas pelo seu consulado.

A sessão de abertura foi longa e fastidiosa, acrescido o facto de ter iniciado quase três horas depois da hora marcada, mas Isaías Samakuva transmitia vigor nas palavras. Um congresso revisitado dos tempos da antiga Jamba. Só que desta vez, tal como há quatro anos, o principal protagonista já não está. Savimbi, o fundador da UNITA, continua o grande ausente. Samakuva sucedeu-lhe por eleição que quer repetir agora em Viana.

«Iremos mobilizar o povo inteiro para vencer as eleições e começar o trabalho de construção de uma Angola para todos. O nosso congresso deverá também analisar a agenda estratégica da mudança, os princípios de política de governação e outras teses que deverão orientar a acção da direcção nos próximos quatro anos. A UNITA somos todos nós, velhos e jovens, combatentes antigos e novos, somos todos militantes. Quem manda na UNITA é o povo, são os militantes. O órgão máximo de decisão da UNITA é o congresso de militantes eleitos».

ISAIAS HENRIQUES NGOLA SAMAKUVAO décimo congresso da UNITA vai aprovar o programa, a estratégia eleitoral do partido e alterar os estatutos, mas é eleição do presidente que está a despertar maior atenção.

Dois candidatos concorrem à liderança, nomedamente Isaías Samakuva e Abel Chivukuvuku. A disputa foi antecedida de uma campanha eleitoral forte, com debates radiofónicos pelo meio e encontros abertos aos militantes e à sociedade, um processo jamais visto nos partidos políticos em Angola.

Isto mesmo foi reconhecido pelo vice-presidente da FNLA, Ngola Kabango, um dos convidados ao congresso.

«Para a UNITA, isto significa a consolidação da sua unidade, mas sobretudo um exercício democrático salutar para a própria sociedade. Nós estamos aqui para solidarizarmos como partido irmão com o qual temos relações que datam de há muitos anos. Esperamos que tudo corra bem e que os resultados do congresso possam reflectir a mensagem que se transmitiu para a sociedade».

Já o secretário do MPLA para a informação, Norberto dos Santos "Kwata Kanawa" assume um discurso diferente, afirmando que os congressos do seu partido também têm sido marcados por processos democráticos e não têm que seguir exemplos de outros partidos.

«Os partidos não copiam aquilo que fazem os outros. Nós temos estatutos, temos regras que estabelecem as normas de eleição de candidatos e delegados ao congresso e estas regras estabelecem que desde à base até ao cargo de presidente do partido podem aparecer vários candidatos. Já no último congresso nós previamos isto, mas às vezes os candidatos não aparecem».

Dos convidados estrangeiros a este congresso, destaca-se a presença do deputados socialista João Soares.

A eleição do presidente da UNITA vai acontecer na próxima quinta-feira, um dia antes do encerramento do evento. Para já, torna-se difícil fazer qualquer prognónistico em relação ao candidato que vier a ganhar a disputa, já que ambos gozam de grande apoio dentro do partido.

A comissão eleitoral, integrada por individualidades independentes, é chefiada pelo economista e docente universitário, Justino Pinto de Andrade, à semelhança do congresso realizado em finais de Julho de 2003.

O congresso conta com a participação de mil delegados eleitos nos vários escalões das organizações de base e intermédias do partido.

Fonte: VOA

2 votes. Moyenne 2.00 sur 5.

Ajouter un commentaire

Vous utilisez un logiciel de type AdBlock, qui bloque le service de captchas publicitaires utilisé sur ce site. Pour pouvoir envoyer votre message, désactivez Adblock.

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site