SAMAKUVA PEDE DINAMISMO AO GRUPO PARLAMENTAR

SAMAKUVA PEDE DINAMISMO AO GRUPO PARLAMENTAR

Isaías Samakuva quer uma bancada parlamentar mais acutilante, de modo a corresponder a nova dinâmica que se pretende introduzir no partido à luz das recomendações saídas décimo congresso, realizado em Julho último. Esta preocupação foi manifestada ontem durante um encontro entre a direcção do partido e o grupo parlamentar.

O encontro serviu também para preparar o próximo ano legislativo que terá início a 15 de Outubro.

Segundo o vice-presidente do grupo parlamentar da UNITA, Daniel Domingos «Maluka», uma questão que a Assembleia Nacional vai abordar logo no ínício do ano legislativo é o Orçamento Geral do Estado referente ao ano de 2008, o que pressupõe uma análise profunda por parte do seu partido.

Daniel Domingos «Maluka» precisou que o debate do OGE implicará deslocações de deputados do seu partido ao interior do país para avaliar o grau de implementação do programa do governo e do orçamento em execução.

«Depois do décimo congresso a direcção da UNITA entendeu introduzir uma nova dinâmica à várias instituições do partido e o grupo parlamentar é uma instituição do partido que está aí para defender os seus interesses, que em suma são os interesses dos angolanos. É neste sentido que mantivemos a reiunião de forma a preparar o próximo ano legislativo».

Antes do início do ano legislativo, a UNITA vai realizar as suas jornadas parlamentares, embora não exista ainda uma data definida nem um local concreto. Para já está fora de hipótse a realizaçào das jornadas em Luanda, estando a serem sondadas as cidades de Lubango, Ndalatando e Uíje, para onde vão se deslocar alguns deputados para inpeccionar as condições de alojamento e de trabalho.

«As jornadas parlamentares servem para os deputados avaliar o estado de implementação dos programas do governo e estar em contacto com o eleitorado. Há três anos que temos realizado jornadas parlamentares fora de Luanda e vamos continuar nesta senda, pois permitem uma maior aproximaçào com o eleitorado».

A UNITA foi o partido mais votado nas eleições de 1992, tendo obtido setenta lugares. A bancada parlamentar ficou entretanto reduzida em meados deste ano, depois do afastamento de dezasseis parlamentares, por alegados actos de indisciplina e que decidiram constituir um grupo independente.

Voltar

Aucune note. Soyez le premier à attribuer une note !

Créer un site gratuit avec e-monsite - Signaler un contenu illicite sur ce site